20.4.08

Hector Salas ganha concurso de nova logomarca da Justiça Eleitoral


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou no dia 18 de abril (sexta-feira), o nome do primeiro colocado no concurso que seleciona logomarca da Justiça Eleitoral. A marca criada pelo publicitário e designer gráfico Hector Fábio Alves Salas, da Bahia, foi escolhida entre as 451 inscritas. O prêmio para o vencedor é de R$ 15 mil.

O concurso nacional teve três etapas. Das 451 inscrições iniciais, sete foram indeferidas. Na primeira fase do concurso foram selecionados 30 trabalhos por duas comissões, uma julgadora e uma organizadora. A comissão julgadora era formada por dois professores de Artes Gráficas da Universidade de Brasília (UnB) e três servidores da Justiça Eleitoral. Já na segunda fase, três dessas peças foram selecionadas e, em seguida, submetidas à avaliação dos assessores de comunicação social da Justiça Eleitoral, com a participação de todos os Tribunais Regionais Eleitorais e do TSE, que definiram a classificação dos três primeiros colocados.

Conceitos - Para construir a logomarca classificada em primeiro lugar foram trabalhados três conceitos: solidez, seriedade e modernidade. As cores escolhidas buscaram trazer a idéia da nacionalidade para marca, que lembra a imagem do voto sendo depositado na urna. De acordo com o publicitário, a intenção foi mostrar, de forma simples, como o voto contém a noção do todo que é o Brasil.

Com base nas informações passadas no edital de abertura do concurso, os participantes puderam desenvolver a logomarca que julgavam que corresponderia à demanda da Justiça Eleitoral.

A logomarca escolhida no concurso não substituirá o brasão da República, presente nos documentos oficiais. Apenas identificará melhor os tribunais e órgãos vinculados à Justiça Eleitoral, facilitando sua identificação pelos eleitores. O concurso, que foi aberto ao público em geral, faz parte do processo de melhoria da identidade visual do TSE, dos TREs e dos cartórios eleitorais em todo o País, que deve tornar mais fácil a identificação desses órgãos pelos eleitores.

Um comentário:

jorginho da hora disse...

Cara, vc papa tudo. Valeu. torço pro pessoal das artes graficas.