6.4.09

Super-heróis em campanha contra a homofobia

publicada originalmente no site UniversoHq.com

Por Marcus Ramone (03/04/09)

O Grupo Gay da Bahia disponibilizou em seu site as imagens de uma campanha contra a homofobia que utiliza versões homossexuais de conhecidos super-heróis dos quadrinhos, desenhados sob encomenda pelos cartunistas Hector Sallas e Valmar Oliveira.

Lançada originalmente em 2001, na forma de cartazes espalhados pela cidade de Salvador/BA, a campanha trazia a mensagem "Preconceito contra homossexuais é crime contra a humanidade. Estamos de olho".

As ilustrações estão agora à disposição "para quem quiser divulgar os heróis contra o preconceito", escreve o site do GGB.
Grupo Gay da BahiaGrupo Gay da BahiaGrupo Gay da BahiaGrupo Gay da BahiaGrupo Gay da Bahia

4 comentários:

Elaine Crespo disse...

Adorei!
Tem mais é que fazer campanha mesmo!
Homofobia e qualquer outro preconceito não tem nada haver!

Parabéns!

Beijos
Elaine

Vini (Visentini) disse...

Lamentável!
Descaracterizou os personagens, além de acharem q o Flash é o Capitão América, estão apoiando a pedofilia já que o Robin parece aí ser menor.
Existem maneiras mais inteligentes de lutar contra homofobia e não é assim...

Vini (Visentini) disse...

Val, talvez então eu esteja no débito de te pedir desculpas pelo comentário ríspido. É que essas coisas mexem com o fã, não? ={

Achei mesmo que a culpa não era de todo sua, mas como vc mesmo explicou...se foi contratado pra fazer, então pros quintos com o orgulho nerd, kkkk.

Por um lado foi até bom a descaracterização do Super (se é que era pra ser o superman), pois ele foi o que menos ficou parecido! Mas fala sério, bro, os caras são umas toupeiras em confundir o Flash com o Capitas, não?

Do mais, valeu pela visita lá no blog e é isso mesmo, conversando é que a gente se entende, certo?

Abs e boa sorte nos projetos! =)

Tondo Rotondo disse...

:-)